sábado, 10 de março de 2018

A ROBÓTICA EM SALA DE AULA A PARTIR DO USO DE RESÍDUOS SÓLIDOS ELETRÔNICOS

A Secretaria de Estado da Educação e da Cultura do RN, por meio do Projeto de Inovação Pedagógica - PIP, tem promovido junto as escolas o desenvolvimento de propostas pedagógicas inovadoras e facilitadoras da aprendizagem dos alunos.     
Entender conceitos importantes da Física e da Matemática por meio da robótica utilizando resíduos sólidos eletrônico, foi uma das atividades do – PIP, desenvolvido pela Escola Estadual Paulo Pinheiro de Viveiros, Natal/RN; A escola ofereceu oficinas de robótica a partir do aproveitamento dos resíduos sólidos eletrônicos. Neste ano de 2018 a escola irá realizar a 2ª fase do projeto, agora utilizando kits especializados de robótica educacional adquiridos com recursos do PIP; criando assim, condições necessárias para que os alunos aprendam de modo ativo e interativo.
No ano de 2017, foi possível trabalhar conceitos de  velocidade e tempo realizando cálculos das duas disciplinas envolvidas, a partir da construção do protótipo de um carro .
Com o protótipo pronto, os alunos realizaram um percurso cujo tempo foi filmado e cronometrado com o uso da tecnologia na palma da mão, um celular. Depois, cada equipe de alunos realizou uma atividade que envolveu conteúdos das referidas disciplinas. Os dados sobre velocidade/tempo foram transformados em gráfico.

Além do protótipo do carro foi construído um braço hidráulico pelo professor Emerson e seus alunos nas aulas de programação, o que possibilitou trabalhar os conceitos articulando aulas teóricas com aulas práticas. O uso da robótica em sala de aula foi de fundamental importância para que os alunos apreendessem os conteúdos de forma significativa, envolvendo-se nas aulas e utilizando a criatividade para resolução de situações problemas do seu dia a dia. 



Escola Estadual Paulo Pinheiro de Viveiros, Natal/RN  

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

PIP em ação: refletindo, aprendendo e vivendo a Arte

A Escola Estadual Jerônimo Vingt Rosado Maia, estimulada pela metodologia do Projeto de Inovação Pedagógica PIP, realizou no dia 02 de dezembro o seu Festival de Arte Inovar para Transformar. O evento contou com a participação de toda a escola, transformando os espaços da instituição em verdadeiros cenários de construção linguística, corporal, ética e estética. O Festival de Artes da EEJVRM foi organizado em dois tipos apresentações: Espetáculos de palco: apresentando músicas, danças, anedotas, poesia, paródias e canto coral (cantado em Língua Portuguesa e em Língua Inglesa). E exposições artísticas: painéis literários; exposição de xilogravuras (resultado das oficinas realizadas); exposição de peças antigas; cordéis clássicos de cordelistas renomados e cordéis produzidos pelos alunos; releitura de obras de artistas famosos (telas de Romero Brito), anedotas, pinturas em tecido feitas pelos alunos; contos de fada refletidos e analisados em diferentes contextos, como foi o caso das produções de autoria do 6º ano A: “Chapeuzinho vermelho inspirando outras chapeuzinhos”.  A feira contribuiu de maneira significativa para a ampliação do repertório cultural dos alunos, estimulando a pesquisa sobre movimentos artísticos de relevante contribuição para a cultura brasileira, entre eles, o Movimento Armorial que possui importante destaque na nossa Música. O Festival promoveu o diálogo com outros projetos existentes na escola, iluminando-a com as cores da aprendizagem coletiva, do fazer pedagógico significativo e do trabalho em equipe.


segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Projeto PIP da Escola Estadual Padre Sinval Laurentino de Medeiros inova desenvolvendo a LEITURA E O LETRAMENTO de forma interdisciplinar

A leitura pode ser metaforicamente classificada como os “olhos do mundo”, capazes de enxergar algo que antes estava censurado pela ignorância intelectual. Desta visão nasce o crítico, o político, o solidário, o justo, o religioso, o evangelizador enfim, nasce e nunca morre. Talvez a leitura seja de fato a principal arma contra as injustiças que o mundo impõe, que ao contrário de matar, salva muitas vidas da alienação e da subordinação”.
 Prof. Emanuel Vieira Martins
                     Quando se pensa em leitura o que se vem na cabeça? Com certeza a maioria das respostas devam ser os LIVROS, realmente os livros carregam consigo uma vasta galeria tais como: Romances, poesias, regras, leis, biografias, cada uma com relatos pertinentes dentro de seus contextos. Porém, a Escola Estadual Padre Sinval Laurentino de Medeiros localizada na cidade de Tenente Laurentino Cruz – RN , na Microrregião da Serra de Santana, desenvolve através do Projeto de inovação pedagógica (PIP), que é uma iniciativa do governo no estado do Rio Grande do Norte em parceria com o Banco Mundial, uma metodologia inovadora de ensino voltada na interdisciplinaridade do tema: Leitura e Letramento.
                  A referida escola como já exposto investe neste ano de 2017, em uma perspectiva interdisciplinar da leitura. Mas o que isso representa? Na verdade a “ Padre Sinval ” entende que a leitura está em toda parte, e que se pode estar em contato com ela a todo instante e em qualquer lugar, onde nem sempre o livro será o palco principal. Sendo assim, direciona-se o estudo do tema em diferentes áreas, e sempre com o caráter informal, característico do aprender significativo que envolve e motiva. Neste contexto se explora a leitura no esporte, na música, na dança, no teatro, nas tecnologias digitais, nas experiências laboratoriais, nas viagens, nos jogos, nos filmes, na rádio, no cordel e claro que apesar das faces variadas o intuito é que tudo culmine no incentivo a leitura de livros, haja vista que é sem dúvidas a principal ferramenta proporcionadora da viagem do aprender.
                  Para o desenvolvimento da leitura nas áreas acima, a escola planejou de forma criteriosa a realização de subprojetos que envolvessem cada uma.
                  Agora falando dos alunos da escola, percebe-se a cada dia mais envolvimento e motivação, neste momento há uma aceitação maciça nos processos de ensino-aprendizagem desenvolvedores da capacidade leitora por meio da interdisciplinaridade. Uma nova realidade está amadurecendo na “Padre Sinval”, muito por causa do PIP, realmente a escola está aproveitando de forma concisa e serena a oportunidade de está melhorando sua capacidade de construir o conhecimento.
                  É pertinente destacar o empenho dos gestores, coordenadores, professores e funcionários, que estão  sempre presentes dispostos a colaborar e viabilizar o desenvolvimento das atividades do PIP. Em especial enaltecer a dedicação e o grande comprometimento do corpo docente, que são os principais atores neste projeto.

          Algumas atividades realizadas pela “ padre Sinval “por intermédio do PIP 
Chá literário / Revitalização da biblioteca /  Atualização de acervo / incentivo a leitura e letramento
Momento das aulas do curso de informática com a coordenadora Tatyane Azevêdo
Viagem de estudo / Visita a “ Mina Brejuí “ localizada em Currais Novos – RN / Presença do gestor Gilvan Lopes 
A leitura e letramento do século XXI / Formação de alunos em um curso básico de informática oferecido pela escola e ministrado pela competente coordenadora pedagógica Tatyane Azevêdo. 
O PIP ajudou a realizar um dos maiores sonhos dos alunos, formar um banda denominada PS BIG BAND ou Grande banda da “ Padre Sinval “ .
Além disso, a música neste ano de 2017 foi utilizada como ferramenta de aprendizado, percebeu-se o quanto o aluno é estimulado e capaz de desenvolver suas competências leitoras, de escrita e interpretação através do exercício desta arte milenar. 

Apresentação teatral– Valorização do teatro como ferramenta composta por inúmeras competências relacionadas a leitura e o letramento/ O teatro possibilita ao aluno um contato direto com textos e um exercício de interpretação e expressividade. 

Oficina de cordéis 

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

PIP - A ESCOLA ESTADUAL ANTONIO DANTAS - APODI/RN LEVA OS ALUNOS A UMA AULA DE CAMPO NA UFERSA

PIP - Música e Aprendizagem: Uma Sinfonia Diferente

Cerca de aproximadamente 200 alunos da Escola Estadual Antônio Francisco (EEAF), no município de Felipe Guerra, estiveram engajados para realização de uma ação do Projeto de Inovação Pedagógica (PIP) nesta sexta-feira (10). Além de peças teatrais e apresentações musicais, os estudantes expuseram textos narrativos e dissertativos, paródias e cordéis sobre o Legado Cultural e Folclórico de Personagens felipenses que marcaram época, como Zé Cute, Nonô de Aristeu, Antonio Padeiro, Mariquinha, Antônio Leite e Cezôca, e ao notar que alguns destes personagens utilizavam a música em seus trabalhos, foi feito uma retrospectiva da música dos anos 50 até os dias atuais. O projeto intitulado Música e Aprendizagem: Uma Sinfonia Diferente, que foi aberto ao público das 8:00hs da manhã às 21:00hs, buscou incentivar aprendizagem dos alunos da Escola Estadual através do PIP, que tem a missão de desenvolver ações sistematizadas e diversificadas, através de pesquisas histórico cultural do município, a fim de que o aluno demonstre interesse pelos conteúdos educacionais e consequentemente, melhore o desempenho escolar. Segundo a coordenadora e professora Leodete Pascoal, o PIP é direcionado a primeira série do ensino médio, mas por causa de principalmente da dinâmica do projeto, foi expandido para todas as turmas. "No primeiro momento, o projeto era para trabalhar o legado cultural e os personagens felipenses. Quando a gente inseriu estes personagens, percebemos que a maioria deles trabalhavam com músicas e resolvemos expandir para as outras turmas, fazendo uma retrospectiva desde os anos 50 da música até os dias atuais, baseado no contexto histórico, político e social, onde os alunos puderam trabalhar textos narrativos e dissertativos, fazendo paródias, cordéis, apresentação de danças e peças teatrais", disse a coordenadora do projeto e professora Leodete Pascoal. A diretora da 13° DIRED, Mara Marlizete Duarte, que estava acompanhado de uma equipe, em conversa com nosso blog, parabenizou a Escola pela realização do projeto e considerou de suma importância para o município. "É um projeto muito importante, pois teve uma grande participação popular e o município só tem a ganhar através do conhecimento adquirido por meio deste projeto. Parabéns à Escola pela coragem em desenvolver este grandioso projeto", disse Mara. Já a diretora da Escola, Ceci Gurgel, disse que as ações promovem um aprendizado significativo para os alunos e externou que quando a Escola foi contemplada com o projeto PIP, todos abraçaram a causa e não mediram esforços para realizar o projeto, mesmo diante das dificuldades inicial de alguns alunos que se evadia e demonstrava desestímulo, mas tudo foi superado com apoio dos professores e dando lugar ao engajamento de modo que aperfeiçoou a metodologia de ensino. "Quando percebemos o bom rendimento na aprendizagem e todos os alunos envolvidos no projeto, isso para nós, enquanto escola, foi gratificante. Só temos que agradecer aos alunos e professores, bem como a escola de modo geral, pelos bons resultados deste projeto que foi feito com muito trabalho e dedicação", disse a diretora Ceci Gurgel.


quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

PIP - PALESTRA SOBRE GAME E EDUCAÇÃO

Jogos de vídeo game e educação. Esse foi o tema da palestra do cientista da computação e professor Wendell Oliveira para alunos do sexto ano A e do sexto ano B da Escola Estadual Professora Maria Ilka de Moura, no bairro do Bom Pastor, em Natal. Realizada na tarde de 22/11/17, a palestra fez parte das atividades proposta no plano de intervenção pedagógica do PIP- Projeto de Inovação Pedagógica, que vem sendo desenvolvidas na escola desde o inicio do ano letivo 2017.  A parceria com a UFRN surgiu por meio da proposta desenvolvida no Projeto “Desafio Games & Educação”, do Instituto Metrópole Digital (IMD)/UFRN. O Desafio Games & Educação é uma realização do Laboratório de Pesquisa em Games e Educação do Instituto Metrópole Digital da UFRN, sob a coordenação do Prof. Dr. Eduardo Aranha que tem por objetivo promover a inovação nos processos de ensino aprendizagem das escolas através do desenvolvimento de jogos digitais. O Desafio tem como público alvo estudantes e professores da rede básica e superior de ensino. PALESTRA - Com cerca de 40 minutos, a palestra foi adaptada à compreensão –  nível cognitivo,  intelectual e cultural – dos alunos do sexto ano, daí terem sido usados,  por exemplo, personagens de jogos clássicos de games, como Super Mário e Sonic, aos quais as crianças e adolescentes da atualidade tem acesso em relançamentos, e de mangás, como Naruto. A palestra é também introdutória a uma fase mais avançada, de oficina de game e educação, uma das atividades lúdicas e educativas que vem sendo desenvolvidas e aprimoradas no IMD, dentro do Projeto Desafio Games e Educação, há pelo menos quatro anos. A oficina poderá ser apresentada na escola em possível nova parceria em 2018. Na palestra, o professor Wendell mostrou, como professores e alunos podem usar recursos de programação de games para atividades de entretenimento, ensino e aprendizagem. Os alunos mostraram-se bastante interessados e aplaudiram a iniciativa da escola por meio do professor de Língua Portuguesa.
                  Jois Alberto (Professor de Língua Portuguesa)

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

OBAMA CHEGA A PUREZA: PROFESSORES PARTICIPAM DE FORMAÇÃO CONTINUADA ATRAVÉS DE ACÕES DO PIP

Os professores da Escola Estadual Henrique Eufrásio de Santana do município de Pureza-RN, distante 60 km da capital Natal, participaram no dia 20/11/2017, de um encontro de Formação Continuada do OBAMA- Objetos de Aprendizagem em Matemática dirigido aos docentes de Matemática e áreas afins. O encontro é resultado da parceria efetivada pela Escola Estadual Henrique Eufrásio de Santana com a UFRN, através do IMD- Instituto Metrópole Digital. Trata-se de um aplicativo onde os docentes encontram uma diversidade de possibilidades de ensino da Matemática de forma interativa: planejamentos, relato de experiências, atividades, jogos, situações variadas para uma melhor compreensão e aprendizagem da Matemática no cotidiano.O encontro contou com participação dos professores de Matemática da escola, como também agregou a participação de outros professores da rede municipal de Pureza-RN. Essa ação faz parte do PIP elaborado pela escola e financiado pelo Governo Cidadão com apoio do Banco Mundial. O referido projeto intitulado: Uma Proposta de Integração Curricular no Ensino Médio a partir do uso de mídias como ferramenta pedagógica na Escola”, tem o objetivo de inserir e implementar práticas inovadora com Uso de mídia e cultura digital no aprendizado de alunos e professores da instituição purezense.Nesse encontro, os professores com o apoio de professores e bolsista de matemática, pedagogia e BTI –Bacharelado em Tecnologias da Informação vinculados ao Instituto Metrópole Digital – IMD –UFRN, poderam se cadastrar, conhecer o recurso digital, as possibilidade de ensino e aprendizagens e outros recursos que o AO possibilita. A ideia é partir desse recurso, os professores possam aliar os conteúdos da disciplina com a interatividade que o OBAMA disponibiliza, melhorando assim o desempenho acadêmico dos alunos de Pureza-RN.


PIP - ALUNOS DA EE FRANCISCO PINTO SAI AS RUAS DE ITAÚ POETIZANDO PARA A COMUNIDADE

No dia 18 de novembro, a E. E. Francisco Pinto de Itaú/ RN, realizou mais uma das atividades referentes ao Projeto de Inovação Pedagógica - PIP. A referida ação faz parte das atividades nas aulas de Língua Portuguesa e Literatura que tem como título POETISANDO A ESCOLA. O objetivo do mesmo foi incentivar o prazer da leitura literária nos alunos, através de leituras realizadas nas praças por meio de recitais, saraus, dramatizações, músicas e leituras. Na ação do dia 18, sábado, contamos com a presença de diversos colaboradores: Dionísio do Apodi (ator), grupo Entre Linhas e Pipas, ambos da cidade de Apodi, grupo de Teatro Maravilhas da Pedra Preta e os músicos Ismael Ricart e Luiz Carlos Lucena (também professor).




sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

PIP - EE CUNHA DA MOTA PROMOVE MOMENTO CULTURAL PARA INCENTIVAR A LEITURA

A Escola Estadual Cunha da Mota, localizada em Mossoró, promoveu um momento cultural para compartilhar o trabalho que estão desenvolvendo com o objetivo de incentivar a leitura. Foi uma ação realizada a partir da literatura de cordel e da xilogravura aliada a música e o teatro, tendo como principais autores os alunos da própria escola.
CLICK E ASSISTA A REPORTAGEM 
SOBRE A AÇÃO DESENVOLVIDA

PIP - E.E PROFESSOR JOSÉ PROSPERO PRODUZ CURTA METRAGEM COM OS ALUNOS E ESTIMULA A LEITURA E O LETRAMENTO

A Escola Estadual Professor José Próspero, localizada no município de Coronel João Pessoa/RN, realizou por meio do PIP, uma ação em que envolveu os alunos em atividades de leitura e letramento a partir do estímulo ao conhecimento literário. Os professores associaram a literatura a produção de curta metragem, oportunizando os estudantes a protagonizarem sua própria realidade, experienciaram, de fato, um momento de aprendizagem significativa junto ao alunado da 1ª série do Ensino Médio. 

CLICK E VEJA UM DOS CURTAS 
PRODUZIDOS PELOS ALUNOS
  

PIP - A EFETIVIDADE DO USO DA TECNOLOGIA NA ESCOLA

A Escola Estadual Doutor José Gonçalves de Medeiros, da cidade de Acari-RN, por meio do Projeto de Inovação Pedagógica, apresentou, durante sua III Exposição Científico-cultural: "Tecnologia e Diversidade cultural", uma sala de cinema onde houve exposição fotográfica e exibição de curtas-metragens. A produção do material foi por conta dos alunos, sob a orientação dos professores Mateus Oliveira e Soraia Dantas. O trabalho atendeu à necessidade de apresentar ao público cenas do cotidiano urbano e rural do município de Acari, sua cultura e seu povo, e de adaptar ao cinema obras literárias do programa do 1° ano do Ensino Médio, sob o olhar e com a atuação dos alunos. Outro grande trabalho desenvolvido pelos alunos foi a produção de curtas-metragens inspirados nas obras "Carta do descobrimento", documento literário em que Pero Vaz de Caminha descreve nosso povo e nossa natureza a El-Rei Dom Manuel, à época do descobrimento; e também com base na obra ""Auto da Compadecida", texto teatral que virou filme de muito sucesso, em que Ariano Suassuna retrata o povo nordestino em sua luta, graça, fé e alguns desvios morais. Após estudos sobre técnicas de fotografia e sobre como produzir um curta, as turmas caíram em campo e deram um verdadeiro show de talento em frente e atrás das câmeras.
Professor Mateus Oliveira